A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), por meio da Subsecretaria de Assistência Social e em parceria com a Secretaria Nacional de Assistência Social, promove, no próximo dia 8 de junho, o Webinário BPC na Escola. O evento ocorrerá das 14h às 17h através do canal no Youtube da Sedese.

O webinário tem como objetivo aprimorar a prestação do serviço do Programa Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC), que atua para garantir o acesso e a permanência na escola de crianças e adolescentes com deficiência de 0 a 18 anos.

Vão estar à frente do encontro, que será realizado em parceria com o Ministério da Cidadania, Felipe Jardins Ribeiro Lins, coordenador geral de Articulação e Ações Intersetoriais na Secretaria Nacional de Assistência Social; Walace Dias Freitas, coordenador de Articulação e Ações Intersetoriais na Secretaria Nacional de Assistência Social; Nelson Maure, diretor de Gestão do CadÚnico e Programas Socioassistenciais e Luciane Valente, analista de Gestão e Políticas Públicas em Desenvolvimento, ambos da Sedese.

Os interessados em participar não precisarão fazer uma inscrição prévia, apenas acessar o link da transmissão. Mas para terem direito a um certificado de participação terão de responder o “Questionário de Avaliação” e marcar presença por meio do próprio link, que serão divulgados durante o evento. É imprescindível que esses procedimentos sejam realizados, do contrário, o participante não receberá a declaração. O certificado será enviado pelo e-mail informado no momento do registro de presença no webinário.

Trabalho

Entre os principais objetivos do Programa BPC na Escola estão a identificação das barreiras que impedem ou dificultam o acesso e a permanência de crianças e adolescentes com deficiência na escola e o desenvolvimento de ações intersetoriais, envolvendo as políticas de Assistência Social, de Educação, de Saúde e de Direitos Humanos.

Para identificar essas barreiras, são aplicados questionários aos beneficiários durante visitas domiciliares. Posteriormente, é realizado o acompanhamento dos beneficiários e de suas famílias pelos técnicos dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), e das ações intersetoriais desenvolvidas pelos grupos gestores do Programa.


1 comentário

Giovanni Morato · 8 de junho de 2022 às 12:23

É um assunto de extrema relevância!

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.