Objetivo é fomentar debates importantes sobre a qualificação dos atores do Suas

Para marcar a primeira fase da campanha #Capacitação também é trabalho, que discute a Educação Permanente no âmbito do Sistema Único de Assistência Social (Suas), será realizada no dia 18 de dezembro, das 10h às 12h, uma live no canal da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese-MG) no YouTube para discutir os desafios e possibilidades para Educação Permanente nos municípios mineiros

Durante a campanha, os debates giraram em torno da importância desse trabalho de forma contínua junto aos gestores, conselheiros e trabalhadores do Suas, sobretudo durante a jornada de trabalho, conforme explicou a assistente social da Diretoria de Educação Permanente do Suas, Joully Mayrink.

“Esta live é a continuidade de nossa campanha, ocasião em que buscamos compreender a realidade da Educação Permanente do Suas nos municípios. Abordamos temas como a qualificação dos profissionais, a sobrecarga de trabalho das equipes e a infraestrutura para a realização e participação nas ações de qualificação”, explicou.

A campanha, promovida pela Sedese, por meio da Subsecretaria de Assistência Social (Subas), em colaboração com o Núcleo Estadual de Educação Permanente (NEEP), tornou possível a interação e diálogo com gestores e trabalhadores do Suas por meio de formulários, escutas ativas e grupos de discussão.

“Dialogamos com gestores e trabalhadores, identificamos desafios e oportunidades da Educação Permanente no cotidiano de trabalho e no dia 18 de dezembro vamos apresentar os resultados desse diálogo e conversar sobre as possibilidades para a consolidação do tema no contexto dos municípios. Contaremos com a presença de profissionais do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, professores da PUC Minas e Unimontes, que compõem o Núcleo Estadual de Educação Permanente, além de convidados especiais dos municípios que trarão exemplos de boas práticas adotadas”, continuou Joully.

As inscrições para participação na live já estão abertas e podem ser feitas até o dia 14 de dezembro, ao se clicar aqui.

Campanha

Um dos pontos centrais abordados para justificar a escolha do tema da campanha foi o alto índice de evasão dos trabalhadores nas ações de qualificação ofertadas, especialmente na modalidade de ensino à distância. Por isso, as discussões buscaram entender as razões por trás desse fenômeno, e, assim, foram feitas propostas de alinhamentos que visam manter os profissionais engajados em processos de aprendizado contínuo.

De acordo com Gabriele Silva, superintendente de Gestão do Suas, Vigilância e Capacitação da Sedese e membra do NEEP, “cada etapa desse processo, desde a identificação das barreiras até a compreensão das realidades, tanto sob a perspectiva dos gestores quanto dos trabalhadores municipais, foi crucial para direcionarmos de maneira efetiva as ações de capacitação e apoio técnico que realizamos. A campanha, hoje, emerge como uma vitrine dedicada à valorização da Educação Permanente do SUAS nos territórios. Ao destacar as ações promovidas, visando o aperfeiçoamento técnico e político dos trabalhadores, ela também fortalece nossas parcerias com as Instituições de Ensino, tendo um impacto direto na busca por formas eficazes de reduzir a evasão, aprimorar a metodologia e os conteúdos oferecidos, focando sempre em qualificar o atendimento realizado na ponta à população pela rede de serviços da assistência social em nosso estado”, completou.

SERVIÇO

Motivo: Live da campanha #Capacitação também é trabalho

Data: 18/12/2023

Horário: 10h às 12h

Modalidade: à distância

Data limite para inscrição: 14/12/2023

Link de inscrição: https://bit.ly/3qBizeD

Para obter a declaração de participação na ação é necessário estar inscrito(a) na ação e assinar a lista de presença a ser disponibilizada durante a live.


0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.