Pagamento do auxílio emergencial mineiro começa em 14 de outubro

Publicado por Coordenacao Blog do Suas em

Tempo de leitura 3 minutos

Durante a coletiva de imprensa realizada na manhã desta segunda, 4/10, em Belo Horizonte, o governador Romeu Zema, juntamente com a secretária Elizabeth Jucá, anunciou o início do pagamento do Auxílio Emergencial Mineiro para o próximo dia 14 de outubro.

“A assembleia foi muito feliz em aprovar esta lei que destina este auxílio e nós fomos muito austeros para conseguirmos pagar este valor.  Serão R$600 por família e em parcela única. Isto só foi possível porque desde o primeiro dia de governo estamos empenhados em economizar casada centavo”, apontou o governador.

De acordo com a secretária Elizabeth Jucá, um milhão e 80 mil famílias que se cadastraram no CadÚnico, até 22 de maio, receberão o benefício. “Esta foi a nossa data de corte. Todas as pessoas elegíveis já estão cadastradas. Esse auxílio vai ser mais um alívio para essas famílias, inclusive para o final do ano que é muito importante”, apontou.

As primeiras famílias que vão receber, já no dia 14, serão aquelas que não são beneficiadas pelo Bolsa Família. Em seguida, será a vez das famílias constituídas por mães solos.

O pagamento será feito de acordo com a data de nascimento do Responsável Familia (RF). Sendo assim, no dia 14 serão contempladas as famílias nas quais os RF’s tenham nascido nos meses de janeiro e fevereiro. Todos os pagamentos serão realizados até 29 de outubro. Confira o quadro de pagamento ao fim da matéria.

Para receber o benefício, não é necessário realizar castrado. O pagamento será realizado por meio de contas na Caixa. Todas as informações sobre o auxílio estão disponíveis no site auxilioermergencial.mg.gov.br

Para quem não tem acesso à internet, é só se direcionar até as equipes socioassistenciais do município onde reside. Também é possível obter informação pelo Ligue Minas (155), opção 8.

Calendário de pagamento

Terão prioridade para receber o auxílio as famílias que não têm o benefício do programa Bolsa Família e as famílias constituídas por mães solteiras e seus filhos. Para este grupo, o dinheiro será depositado no período de 14 a 21 de outubro de 2021. Para as demais famílias, o recurso será depositado de 22 a 29 também deste mês.

O recurso será destinado ao Responsável Familiar (RF).

Mês de aniversário do RF          Data de pagamento
Janeiro e Fevereiro                          14/10/2021
Março e Abril                                   15/10/2021
Maio e Junho                                   18/10/2021
Julho e Agosto                                 19/10/2021
Setembro e Outubro                        20/10/2021
Novembro e Dezembro                   21/10/2021

Calendário de pagamento para as famílias não prioritárias:

Mês de aniversário do RF        Data de pagamento
Janeiro e Fevereiro                        22/10/2021
Março e Abril                                  25/10/2021
Maio e Junho                                  26/10/2021
Julho e Agosto                                27/10/2021
Setembro e Outubro                       28/10/2021
Novembro e Dezembro                   29/10/2021

Pagamento e demais informações

O Auxílio Emergencial Mineiro será pago exclusivamente em contas-poupança digitais da Caixa Econômica Federal, a conta “Caixa Tem”.

Para quem já a possui, o benefício será depositado automaticamente. No entanto, para aqueles que ainda não possuem esta conta na instituição, será aberta uma conta automaticamente, que poderá ser movimentada pelo aplicativo de smartphone “Caixa Tem”. As contas correntes ou poupança convencionais que beneficiários porventura possuam na Caixa não serão utilizadas para crédito do benefício.

Caso o beneficiário não possua celular, pode comparecer a uma agência da Caixa ou a uma Casa Lotérica, portando um documento de identificação com foto, para que consiga fazer o saque do Auxílio Emergencial Mineiro.
Se o Responsável Familiar tiver falecido, para que outra pessoa da família movimente a conta será necessária autorização judicial. Da mesma forma, se estiver impossibilitado de sacar o benefício por estar internado ou preso, será necessário providenciar uma procuração pública, autenticada em cartório, para ter acesso ao benefício. Em ambos os casos, o saque só poderá ser feito em uma agência da Caixa.

É importante lembrar que quem receber o benefício de forma indevida, pois não se enquadrava nos critérios do programa, deve comunicar imediatamente à Sedese pelo e- mail: devolucaoauxilioemergencialmineiro@social.mg.gov.br.

Neste caso, é necessário informar o nome completo, CPF, NIS, valor recebido e o número da conta em que o valor foi depositado. A partir daí, será gerado um boleto para devolução do valor e enviado para o e-mail de quem fez a comunicação.


A denúncia de recebimento indevido do recurso do Auxílio Emergencial Mineiro também pode ser feita no endereço denunciaauxilioemergencialmineiro@social.mg.gov.br. Para que seja apurado pelas autoridades competentes, será necessário incluir o nome do envolvido, município e a descrição da situação.

Está curtindo nosso conteúdo? Compartilhe!

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Contate-nos pelo Whatsapp!