Projeto AproximAção SUAS, do programa Percursos Gerais, realiza oficinas técnicas com 16 municípios mineiros

Publicado por Coordenacao Blog do Suas em

Tempo de leitura 2 minutos

As equipes técnicas da Subsecretaria de Assistência Social (Subas), vinculada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), vão dar início, no próximo dia 22/04, a mais uma etapa de execução do projeto AproximAção Suas, dentro do programa Percursos Gerais, com oficinas de apoio técnico para 16 municípios da diretoria regional de Teófilo Otoni.

O primeiro tema a ser trabalhado na oficina é “Equipe Volante”. Cada oficina realizada terá uma temática diferente, alinhada aos objetivos do programa percursos gerais e as demandas apresentadas pelos municípios do território. Os temas que serão aplicados em cada oficina foram definidos pela Subas após um encontro, realizado em março deste ano com os municípios da regional. O conteúdo da primeira reunião será ministrado por Soraia Cruz, diretora de Serviços e Benefícios Socioassistenciais da Sedese. Durante os encontros serão realizadas avaliações e monitoramento, com o intuito de validar novos temas importantes para serem abordados e a eficácia dessas ações.

As ações de apoio técnico do AproximAção SUAS fazem parte de um dos eixos do projeto, que tem o objetivo de promover orientações às equipes de referência para a escuta qualificada dos usuários do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), além de permitir a identificação de novas formas de risco social provocadas pelo isolamento social e pelos efeitos da pandemia da Covid-19, e de também tentar ampliar o acesso de famílias e indivíduos aos serviços, programas e benefícios socioassistenciais, qualificando a gestão das políticas de Assistência Social em municípios de pequeno porte e, principalmente, com baixo Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M).

Percursos Gerais

O Programa Percursos Gerais foi lançado em 2019, e tem como finalidade combater a vulnerabilidade social, com foco nos municípios com menor IDH-M de Minas Gerais, atuando de maneira que as pessoas em situação de vulnerabilidade consigam desenvolver a própria autonomia, para superarem a condição de risco em que se encontram. As ações do Programa devem assumir o caráter intersetorial e interdisciplinar da política pública de Assistência Social, através da articulação de parcerias com empresas do Terceiro Setor e com outras políticas públicas (trabalho e emprego, habitação social, segurança alimentar e nutrição, etc.). A primeira fase de execução do Programa são as ações integradas com os 16 municípios na área de abrangência da Diretoria Regional Teófilo Otoni.

Está curtindo nosso conteúdo? Compartilhe!

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Contate-nos pelo Whatsapp!